CPI dos Ônibus CPI dos Ônibus CPI dos Ônibus

Justiça decide manter suspensão da CPI

Contiua suspensa a CPI dos Ônbius.  A  decisão dos desembargadores foi motivada porque a Justiça ainda analisa os argumentos apresentados pela Procuradoria da Câmara alegando que não houve qualquer ilegalidade na formação da CPI.

 

A 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, em segunda instância, acatou, no dia 16/09 recurso do bloco da oposição na Câmara Rio que arguiu falta de proporcionalidade na comissão. Os trabalhos foram suspensos pela segunda vez. Eliomar Coelho já adiantou que, se a composição mudar, ele voltará à comissão porque a investigação recomeçará do zero.



 

Fotos

Pesquise a CPI

Por que Eliomar deixou a CPI

  • Por que Eliomar deixou a CPI
    Desde os primeiros passos para concretizar a instalação de uma CPI legítima, ficou evidente o embarreiramento no sentido de travar a minha participação efetiva. Os quatro membros indicados que fazem parte da base do governo – e não subscreveram o requerimento da comissão – se apropriaram da CPI, inviabilizaram sua legitimidade e minha contribuição.   Relato, aqui, os fatos que reforçam os motivos porque me vi obrigado a deixar a CPI, não sem antes denunciar, publicamente, as tentativas de golpe contra a investigação das empresas de ônibus e apelar para recursos regimentais e jurídicos a fim de garantir que vereadores…
    Leia mais ...